25.1.14

Voltar

Tenho, há tempos, ensaiado uma volta.
     Não foi só o blog que esteve às moscas; nem bilhete de porta de geladeira se vê mais aqui em casa. Os lápis andam abandonados. E se me perguntam o porquê, não posso apontar um culpado, não sei dizer um motivo em especial. Foi tempo de me calar, acho.
     Tenho, há tempos, ensaiado uma volta, ensaiei muitas coisas, mas acabo concluindo que quase todas são bobagens, tudo é vaidade. Pensei em mudar, em começar de novo, em inventar marketing, em contar sobre os milhares de acessos –saber que sou lido é uma coisa sempre assombrosa–: tudo vaidade. Volto porque sinto falta, porque gosto disso aqui, volto porque sinto que é tempo de voltar, e quem volta assim não traz na mala muitas explicações.
     Pregam-se os retornos triunfais, monumentais, vingativos até. Eu, de minha parte, prefiro o retorno tímido, quieto, sem triunfos ou fracassos. Só uma volta, uma entre essas tantas da vida. De longe, avisto a casa de sempre, o portão encostado, a fumaça de um café amigo e sorrio. É bom estar aqui.
     E obrigado. Sempre.

* * *
Só uma pequena concessão, se me permitem: o Acepipes ganhou página no Facebook. Afinal, ver rostos amigos é sempre bom. E obrigado, mais uma vez.

7 comentários:

quaresma. disse...

bem vindo! :3

beijas!

Lubi disse...

bom saber-lo de volta.
enquanto eu sigo ensaindo minha volta.

Tyler Bazz disse...

Volta!

Denis disse...

Welcome back!

Mandy disse...

Feliz que voltou!
Amo teus textos!
Vi um deles indicado no site "Chata de Galocha"
Parabéns :)

Ragazza disse...

Eba! Aguardava ansiosa por este momento! Ótimos textos, me fazem suspirar.

Jana Emidio disse...

que bom que voltou!